• Acessibilidade
  • A-
  • A
  • A+

Prefeitura alinha implantação de dez leitos de UTI em Parintins

De acordo com o prefeito de Parintins, Bi Garcia, serão instalados seis leitos de UTIs adultas, duas pediátricas e duas neonatais, distribuídos entre os hospitais Jofre Cohen e Padre Colombo.

Notícia do dia 05/06/2020
Prefeitura alinha implantação de dez leitos de UTI em Parintins Foto: Pitter Freitas

Após reunião realizada nesta sexta-feira (05), a Prefeitura de Parintins, Celeo Redes Brasil S. A., Ministério Público do Estado do Amazonas, Defensoria Pública do Estado do Amazonas, Câmara Municipal e demais órgãos, que compõem o Comitê de Combate ao Coronavírus, alinharam a implantação de dez leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) na rede de saúde do município.

 

As UTIs serão implantadas com recursos oriundos da antecipação de parte do Imposto Sobre Serviço (ISS) que a Celeo Redes Brasil repassará ao município. O tributo é referente aos serviços a serem executados pela empresa durante a construção da rede de energia que ligará Parintins ao sistema nacional de energia elétrica.

 

De acordo com o prefeito de Parintins, Bi Garcia, serão instalados seis leitos de UTIs adultas, duas pediátricas e duas neonatais, distribuídos entre os hospitais Jofre Cohen e Padre Colombo. A implementação das UTIs ocorrerá após aprovação de projeto de lei, na Câmara Municipal, que antecipa o pagamento de ISS através de aquisição de equipamentos para o combate ao coronavírus.

 

“Nós precisamos de celeridade. Criamos uma força tarefa que envolve a área jurídica da Prefeitura, Defensoria Pública, Ministério Público e Câmara para que a gente acelere o projeto de lei, aprove a propositura e possa receber essa contribuição", destacou Bi Garcia.

 

Francisco Chica Padilla, presidente da Celeo Redes Brasil, participou do encontro através de videoconferência pela internet e exaltou que a empresa busca alinhar todo o processo para implantação dos leitos de UTIs de forma correta para beneficiar, o quanto antes, o povo de Parintins e cidades vizinhas.

 

“É uma proposta inovadora para nós. Temos pressa e a necessidade de fazer muito mais. Temos somente a agradecer. É muito agradável ver que todas as partes entenderam muito bem a proposta. Estamos indo na mesma direção”, frisou Padilla.

 

A implantação de dez leitos de UTIs custará em torno de R$ 4 milhões para o Município. E em visita institucional a Parintins nesta sexta-feira, o governador do Amazonas, Wilson Lima, garantiu que o Estado atuará em parceria com a Prefeitura de Parintins para o custeio dos leitos. O Governo do Estado deve auxiliar na contratação de profissionais para o funcionamento pleno das unidades de tratamento.